Rototom Sunsplash – Reggae For Freedom

0

Cultura Itinerante – Por Marta Rodriguez

A cultura Itinerante é resultado de uma busca contínua, um imenso amor a diversidade. Acreditar na música e arte como motor de cambio. É respeito, cultura e mestiçagem. Tenho certeza que o reggae não chegou à minha vida por casualidade. Hoje, como produtora cultural, posso dizer que fazer parte da família Rototom é uma gratidão infinita, uma continua inspiração. Hoje tenho a certeza que outro mundo é possível.

Marta Rodriguez - Produtora Cultural

Marta Rodriguez (Produtora Cultural) – Créditos Violeta Palazon (Rototom 2015)

Ninguém melhor para falar sobre Reggae for Freedom que Filippo Guinta, um dos fundadores e pai da família Rototom.  Para mim, um eterno revolucionário sonhador. Rototom, com 23 anos de idade lembra de seus começos com as ideias muito claras: Construir uma alternativa, outro mundo possível. Hoje, Rototom Sunsplash é considerado o maior Festival de reggae do mundo e está mais vivo do que nunca.

Filippo Guinta - Diretor / Fundador Rototom

Filippo Guinta (Diretor Fundador Rototom) – Créditos Luca d’Agostino (Rototom 2012)

O segredo… É que não há segredo, nos conta Filippo: “Gostamos da música reggae, de transmitir aos outros com nossas ações o respeito ao próximo, a mãe terra, a solidariedade ao mais necessitado , a procura da verdade e a vontade ativa de defender as causas justas. E quando você faz algo que você ama, que sente seu… o trabalho se confunde com a vida mesma” afirma.

O fenómeno Sunsplash vai muito além da música e há ultrapassado fronteiras. Rototom deixou semente em Chile, Argentina, Uruguai, Colombia, Brasil… nesse último nasce uma relação especial com Canoa Quebrada, uma fonte de inspiração onde Rototom se sente em casa. “Hoje temos lindas lembranças, amigos e uma irmandade sempre ativa com os descabelados da Freedom”.

Nesse ano chega com um tour – Rototom & Friends-  que promove a união e conexão de redes e realidades parecidas a Rototom. Em 21 dias, dezenas de bandas conectam sobre os palcos de 17 cidades de 12 países diferentes. “Hoje mais do que nunca, as pessoas acreditam na mensagem que transmitimos.” Afirma Filippo.

Créditos Luca Sgamellotti (Rototom 2015)

Rototom nasce em 1991, quando muitos jovens mostravam a insatisfação com atitudes de ruptura (punk), revolta (rock) o fechamento (dark), com respeito ao mundo. Hoje, os mais jovens, tem vontade de parar essa loucura coletiva, pedimos paz, respeito, tolerância… e temos mais vontade de construir do que desconstruir. Por isso, cada vez mais pessoas abraçam filosofia Rototom, uma maneira de chegar junto e dialogar.

Conversamos sobre a edição 2016 “United for Freedom”.  O mundo se encontra numa situação delicada. Em nome da segurança, querem tirar nossos direitos, nossa liberdade. Na Europa nascem guerras que ninguém entende e fechamos as portas a milhões de refugiados que fogem das guerras que nós mesmos criamos. “United for Freedom vai estudar e propor novas formas de resistência pacifica,  individuais e coletivas a esta perigosa situação” Afirma Filippo.

Créditos Javier Pulpo (Rototom 2015)

Rototom #reggaeforfreedom acontecerá entre o próximo 13 e 23 de Agosto em Benicassim (Espanha). Uma data intocável para muitos no calendário. 2016 chega pegando fogo, o leão ruge firme e forte. Contaremos com a presença e Damian Marley, Marcia Griffith, Freddie McGregor, Junior Kelly, Inner Circle, Wailing Souls, Gentelman´s Dub Club, Morgan Heritage, Kabaka Pyramid, Green Valley, Sub Sound System, Randy Valentines… e muitos mais!

Para quem ainda não conhece, Rototom é um mundo cheio de possibilidades. Uma pequena vila de cultura viva. “African Village” promove as raízes e cultura africana no coração do festival, “Magico mundo” é um espaço onde reina a brincadeira e a contação de historias para crianças. Mercado Artesão, Rototom Circus, Simpósio Artístico, Viver a Energia, comidas do mundo… São algumas das atividades que o Festival oferece para passar dez dias num mundo de música, diversidade e cultura.

foto 6

Créditos David Sandoval Cantos (Rototom 2015)

No Foro Social se reflexiona livremente sobre os problemas do mundo com convidados e proponentes de prestigio, e a Reggae University recebe autores, produtores, artistas e académicos para uma troca e aprendizado indescritível.  Quem vai uma vez, sempre volta.

Dessa entrevista saboreio e fico com cada palavra. Em especial, com uma mensagem que Filippo manda para todos nós, produtores culturais e sonhadores que acreditamos e lutamos cada dia pela música e cultura como motor de cambio social: “Nunca desistas, até quando você pensa que não aguenta mais, que tudo está na sua contra… espera! Não desistas. Somos o exemplo de que se você persiste e realmente acredita no que você faz… você ganha! Se acredita no seus sonhos… nada é impossível!”

-Filippo, já que Rototom não entende de fronteiras, para quando uma edição em Brasil?
– Pessoalmente sería um sonho. Complicado de realizar, como todos os sonhos. Mas um dia… Talvez.

Mais Informações Rototom Sunsplash
FAcebook PNGinstagram pngtwitter png
http://www.rototomsunsplash.com/

Por Marta Rodriguez
Viajante e curiosa por natureza, caminha estabelecendo conexões artísticas por diferentes partes do mundo. Leva a aventura e a música como filosofia de vida e transformação social.

Share.

Leave A Reply